Emissão de vistos eletrônicos começa em novembro

  1. visto eletrônico

Visto eletrônico para estrangeiros viajando ao Brasil

A partir do dia 21 de novembro, os turistas australianos que desejarem visitar o Brasil já poderão solicitar o visto de entrada no país por um sistema eletrônico de emissão do documento. A concessão do visto deverá sair em, no máximo, 72 horas após a solicitação ser feita pelo turista. O benefício também é válido para viagens de trabalho.

Em janeiro do próximo ano, o sistema eletrônico começa a valer também para turistas canadenses, americanos e japoneses. As datas já foram definidas para cada país: Canadá (8), Estados Unidos (15) e Japão (22). Antes os turistas desses países gastavam tempo e dinheiro para se deslocarem até os Visa Centers e consulados brasileiros de seus países para solicitarem os vistos de entrada no Brasil.

Segundo o ministro do Turismo, Marx Beltrão, a diminuição da burocracia de vistos é uma forma de atração de turista para o Brasil. A expectativa do MTur é que a medida aumente a entrada de estrangeiros no Brasil em até 25%, conforme dados da Organização Mundial do Turismo. “A facilitação de visto tem como objetivo reduzir a burocracia e, principalmente, alavancar a entrada de turistas estrangeiros no Brasil”, destacou o ministro.

Outros acordos com mercados estratégicos para o Brasil, como Qatar e Emirados Árabes Unidos deverão eliminar a exigência de vistos entre os dois países. Já a China, que tem o maior mercado de viajantes do mundo, fechou acordo com o Brasil para a emissão de vistos de turismo e negócio com validade de 5 anos. Para atender a nova demanda dos turistas chineses, o Brasil vai ampliar de três para doze novos Visas Centers na China, no início do ano que vem.

Os Visa Centers reduzem, em média, de 45 para 5 dias o prazo de concessão de vistos. Na África, Luanda já conta com um Visa Center inaugurado este mês. Angola responde, atualmente, por 50% dos vistos emitidos pelo Brasil para turistas africanos. Outros países que deverão contar com o mesmo sistema de facilitação de análise de documentos durante a solicitação de vistos ficam no sudeste asiático: Índia (Nova Delhi e Mumbai), Paquistão, Bangladesh e Sri Lanka são os países prioritários.

Visto eletrônico para Brasileiros viajando ao exterior

Turistas Brasileiros e o visto Canadense (eTA):

Brasileiros que já tenham tido o visto canadense nos últimos dez anos ou que possuam visto americano válido não precisam solicitar novamente um visto canadense. Basta entrar no site do governo do Canadá, informar os dados do passaporte e visto já obtido e pagar uma taxa de 7 dólares canadenses.

Turistas Brasileiros e o visto Australiano:

Brasileiros conseguem emitir visto eletrônico para Austrália. O processo de obtenção de autorização de entrada à turismo é realizado eletronicamente e o tempo de processamento pode ser de 48 horas à mais de 20 dias, dependendo da demanda. Na prática em 10 minutos o e-mail de aprovação é recebido na caixa de e-mail. A taxa é de AUS 141,37 (dólares australianos).

Por enquanto Brasileiros ainda precisam do visto consular para viajar ao Japão e aos Estados Unidos.

Posted in: